sexta-feira, 12 de julho de 2013

COLUNA REVISTA EVIDÊNCIA DE JULHO
























Sessão Moda & Estilo




PAIXÃO POR SAPATOS – QUAL SUA ORIGEM?
                                                                                                  
          O que existe de tão fascinante em um par de sapatos?  Foi esse questionamento que fez com que a escritora Americana Rachelle Bergstain, fizesse uma viagem no tempo e escrevesse o famoso livro  ¨Do tornozelo para baixo – A história dos sapatos e como eles definem as mulheres.¨




De fácil leitura e muito instrutivo, este livro é uma obra que todas nós apaixonadas por sapatos deveríamos ler pelo menos uma vez na vida. Além de abordar o foco histórico que é super interessante, a escritora deixa claro que existe mesmo um relacionamento de encanto entre as mulheres e seus sapatos que no fundo ninguém entende, mas que por comprovadamente nos fazer tão bem, tanto quanto uma boa sessão de terapia (sapatoterapia), nos deixando mais seguras, confiantes e muito femininas, nem é tão importante assim entender mesmo...



De fato acredito que essa paixão venha mesmo de berço, pois desde pequenas, aprendemos com olhos brilhantes o que são saltos, rasteirinhas ou qualquer outro modelo. E quem nunca pegou, que fosse escondido, os sapatos da mamãe para brincar de desfile, de ir às compras, ao mercado ou trabalhar?

Segundo uma pesquisa recente, os sapatos ganharam no quesito Preferência de Compra entre mulheres de 18 a 40 anos, tendo o salto alto  ganhado na modalidade Modelo Preferido. E quando questionado o motivo da preferência, a resposta “amo sapatos” foi utilizada em 45% dos casos. Outra particularidade interessante da pesquisa é que 96% das mulheres disseram que já se arrependeram de ter jogado fora algum par de sapatos, enquanto que apenas 15% lamentou ter terminado um relacionamento. Parece extremo, mas na verdade existe uma boa e definitiva explicação para isso: 


¨Sapatos são para Mulheres o que Carros são para os Homens¨

Autor desconhecido


Ultimamente esse fascínio tem sido apresentado de maneira bem clara na novela Sangue Bom, onde a protagonista Amora, mais do que apaixonada, tem obscessão pelos acessórios.



Enfim seja por paixão ou diversão, o fato é que independente da história e das pesquisas, ninguém nunca vai realmente entender a necessidade de termos tantos pares, quando na verdade temos apenas dois pés. A verdade fundamental é que não conseguimos mesmo mais viver sem eles, e temos que concordar com a diva Marilyn Monroe:



“Não sei quem inventou o salto alto, mas todas as mulheres 
devem muito a esta pessoa.”


2 comentários:

  1. Realmente sol não tem explicação apenas amamos sapatos e eles nos fazem muito bem...adorei sapatoterapia...bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato chega a ser uma necessidade na maioria dos casos, enfim é amor demais mesmo! bjs

      Excluir