segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Especial Homens-SOS Gravatas-Parte 1




Hoje vamos falar dela, essa grande aliada do homem que gosta e precisa vez ou outra estar vestido conforme manda a etiqueta. Sabe-se que como no caso dos lenços que nós mulheres na maioria amamos, a gravata no geral acaba sendo o ponto de destaque do traje e por isso mesmo ela tanto pode ajudar positivamente na imagem do homem, como pode derrubar também, por isso vou dar todas as dicas e informações que vocês precisam saber, sim vocês não só os homens, pois saibam mulheres que gravatas são sempre um bom presente qdo o presenteado costuma fazer uso dela e mulher que entende do assunto ganha pontos com certeza.



Como escolher a gravata ideal:

* O tamanho das gravatas varia entre 140 e 150 cm, com largura variando de 6,5 a 11 cm. As de 6.5 cm são as que estão na moda no momento.

* Se optar pelo modelo que já vem com o nó pronto, você deve ter certeza que a ponta fique nivelada a fivela do cinto, por isso preste atenção ao tamanho dela antes de comprar.

*  Uma característica que denota a qualidade da gravata que vocês devem prestar atenção, é que tanto o corte como o tecido fazem com que ela fique estendida e reta após o nó ter sido feito, se isso não ocorrer é sinal de que a gravata não tem boa qualidade.


Tipos de tecidos para gravatas:

* A seda e o poliéster são os materiais mais utilizados. pois proporcionam os nós mais consistentes.

* A seda pura é suave e elegante, conferindo brilho e elasticidade.

* As gravatas de algodão, lã ou microfibra também são bastante utilizadas.

* Temos ainda as de foulard (significa lenço) que se caracteriza por ser de material bem leve, com tramas flexíveis e coloridas em peças lisas estampadas. Nesta mesma linha temos também as gravatas de jacquard que são mais grossas e encorpadas e que estão sendo bem procuradas no momento.

Importante saber:

O material da gravata deve ser sempre levado em consideração na hora da compra pois é o tecido que influi no tipo de nó que você utilizará, por exemplo as de seda são mais leves, ideais para os dias quentes e permite nós menores e mais elegantes.


Como combinar sua gravata:

Está comprovado que as cores tem grande influência nas nossas vidas, inclusive em sentido  psicológico, não só em quem usa mais também nas pessoas que estão ao  nosso redor. Por isso a recomendação é que tanto a cor como a estampa estejam adequadas ao biotipo do homem, ou seja a cor da pele e o estilo devem ser levados em consideração para um bom resultado. Exemplos:

* Uma pessoa de cabelo escuro e pele clara já tem um contraste natural, então gravatas mais escuras e contrastantes são permitidas pois não fazem desaparecer a face.

* Uma pessoa de cabelo e pele clara deve sempre optar por gravatas em tons mais claros.


Combinando gravata com colarinho:

Colarinho é o diminutivo de colar e sua função é recobrir a gola. É um parte importante da camisa e necessita certo conhecimento sobre seus tipos para saber adequar em cada ocasião. Para escolher o colarinho ideal é necessário se levar em conta:
A) O estilo da roupa,
B) O formato do rosto e pescoço
C) A ocasião
D) E o tipo de nó que pretende usar.

Tipos de Colarinho:



Clássico - Modelo muito versátil com pontas mais fechadas e alongadas, pode ser usado com ou sem gravata.












Semi-Italiano - Modelo semi aberto e um dos mais usados, já que combina com a maioria dos rostos e nós.












Italiano - Com ponta mais curta e aberta é muito utilizado na Europa, e é ideal para nós maiores e volumosos como o Windsor.





Dicas importantes sobre colarinhos:

A) O colarinho não pode ser nem muito apertado nem muito frouxo, o ideal é que se consiga passar o dedo indicador entre a camisa e o pescoço.

B) Colarinhos pontiagudos ajudam a equilibrar rostos mais arredondados, ao passo que os arredondados combinam com homens magros e pescoço comprido.

C) Colarinhos curtos são ideiais para homens de rosto comprido.

D) Colarinhos com presilhas mantém a gravata mais alta e são interessantes para as pessoas magras de pescoço longo.

E) Homens de rosto arredondado devem dar preferência à colarinhos mais clássicos com pontas comprindas, pois alonga a silhueta.

F) Homens com o rosto fino e mais alongado, ficam melhor com camisas de colarinho tipo italiano, já que a largura e a distância de suas pontas favorece o equilíbrio.

G) Pescoço curto exige colarinho mais baixo.

H) Pescoço longo exige colarinho mais alto para que fique mais próximo a linha do cabelo.



Combinando gravata com camisa:

Camisa Branca: Combina com qualquer gravata colorida, e é a ideal para que a gravata seja mesmo o ponto de destaque. Qdo estiver em dúvida opte pela camisa branca, é sempre uma aposta certeira.


Camisas Lisas:

Azul Clara: Combina bem com amarelo, vermelho, vinho e azul marinho.

Azul Escura: Combina com amarelo, vermelho, vinho ou ouro.

Preta: Combina com gravata preta, azul marinho ou marrom escuro, ou seja não combina com nenhuma cor clara que contraste com a camisa.

Rosa:  Combina muito bem com gravatas na cor vinho e azul marinho.

Marrom: Combina bem com tons semelhantes a da camisa (tons beges e terrosos)


Camisas Listradas: Neste caso além da cor o padrão também é um fator importante. Combina bem com padrões de gravata retangulares e pontilhados. No caso das gravatas listradas, elas não devem ter o mesmo padrão da camisa.

Camisas Quadriculadas: Deve-se ter o mesmo cuidado quanto ao padrão das listradas. Combina bem com gravatas  de listras diagonais e as pontilhadas também ficam bem. Caso opte pelos desenhos retangulares, neste caso é importante que eles sejam semelhantes ao da camisa.

Camisa Xadrez: Neste caso a melhor opção são as gravatas lisas e a cor deve combinar com a camisa.


Combinando gravata com terno:

Se o terno for de cor sólida, pode-se usar qualquer gravata de cor sólida.
Ternos risca de giz não devem ser usadas com gravatas listradas, pois se apagam mutuamente.
Caso precise usar um terno para procurar emprego, então a melhor cor para a gravata será vermelha ou azul marinho.

Tipos de Nós:

Exitem algumas variações bem conhecidas como:

A) Nó Simples: É o mais utilizado, simples e rápido.





B) Nó Duplo: É muito parecido com o simples, a diferença é que ele exige uma segunda rotação.


C) Nó Windsor: É sem dúvida o nó das grandes ocasiões, pode ser um pouco complicado de início.



D) Nó Semi-Windsor: É parecido com o Windsor, porém menos espesso e mais fácil de executar.


E) Nó Pequeno: Próprio para gravatas mais espessas e colarinhos apertados, este nó é considerado o mais fácil entre os demais.


F) Nó Borboleta: Essa gravata clássica geralmente na cor preta é usada com Smoking também preto e camisa branca com colarinho partido





Essas são as dicas de hoje, no SOS Gravata parte 2 informarei como tirar manchas e como as gravatas devem ser armazenadas e cuidadas para que durem e estejam sempre apresentáveis. Qualquer pergunta deixar no campo comentários que responderei assim que possível.


2 comentários:

  1. Parabéns... Solange! Combinar gravatas é uma arte, para não dizer que é essencial pois uma escolha errada pode fazer qualquer look ir por aguá baixo!
    Thank´s!XD

    ResponderExcluir
  2. Colarinho Semi-Italiano e nó Semi-Windsor ou windsor é o que costumo usar. Bem legais as dicas, afinal vc pode usar o terno várias vezes em seguida, mas se tiver com uma gravata diferente parece que vc esta com outra roupa. Por isso que sempre renovo o guarda roupa com novas gravatas de seda principalmente, mas cai bem poliester tb... Gravata nunca é demais.
    Se puder, faça uma postagem sobre ternos...
    Acho muito 10 os ternos slim....e com gravata slim.

    ResponderExcluir